AS FESTAS

As conexões casuais ficaram mais raras e o universo das festas se manteve entre as famílias e amigos mais próximos,reacendendo o nosso amor pela liberdade,para quando estivermos vacinados com todas as doses, livres de quaisquer amarras.Mesmo assim, as festas do high foram primorosas e as familiares se debruçaram sobre menus gestados sobre a qualidade,menores porém mais caprichados,assim como os rótulos de vinhos e champagnes de qualidade superior,já que serviriam a poucas pessoas. Na verdade,o refúgio ganhou protagonismo entre os sensatos, tendo a indefectível máscara como majestade.Com a vacina se encaixando nos desejos coletivos de saúde e paz, esperamos quebrar os grilhões desse confinamento forçado.



Deixe um comentário